Arquivo da categoria: Estudos

Estudos teológicos diversos.

Estudo – Calvinismo x Arminianismo – Final

Published / by Cláudio Corgozinho / Leave a Comment

Neste último artigo sobre a polêmica Calvinismo x Arminianismo, vamos expor o nosso entendimento sobre o assunto.

Acredito que mesmo pego de surpresa, sem maiores referências ou anotações, seja possível ao defensor da doutrina do livre arbítrio sustentar a prevalência dessa sobre a calvinista, com apenas dois versículos bíblicos, quais sejam, João 3:16 que afirma “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (grifamos), e Atos 16:30-31 “Depois, trazendo-os para fora, disse: senhores, que devo fazer para que seja salvo? Responderam-lhe: crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa.” (Bíblia Shedd), grifamos. Se necessário for uma concordância entre o Velho Testamento e o Novo Testamento, há que se olhar Ezequiel 33:11-16 e Deuteronômio 30:19. Continue reading

Estudo – Calvinismo x Arminianismo – Parte 4

Published / by Cláudio Corgozinho / Leave a Comment

Na quarta parte do nosso estudo Calvinismo x Arminianismo, faremos breves considerações sobre o Livre Arbítrio.

Livre Arbítrio

Livre arbítrio nada mais é, segundo o nosso entendimento, do que a capacidade que cada ser humano tem de tomar as suas próprias decisões, escolher seus próprios caminhos, o que não significa a total ausência da interferência de Deus. Sendo Deus Onipotente, ou seja, detentor de Todo o Poder, tem a capacidade para interferir a qualquer momento, quando bem entender, mas, assim não O faz, desejando que Seus filhos escolham por si mesmos, por amor, os melhores caminhos que levem até Ele. Continue reading

Estudo – Calvinismo x Arminianismo – Parte 3

Published / by Cláudio Corgozinho / Leave a Comment

Nesta terceira parte, continuamos a falar sobre o arminianismo.

Conforme estudamos anteriormente, percebemos claramente o quão grave é a situação do salvo pelo Sangue de Jesus que, conhecendo a Palavra de Deus, opta por negligenciá-la. O apóstolo Paulo nos afirma que já não resta mais nada a fazer, nenhum sacrifício é suficiente para o resgate de tal pessoal. Nada a esperar, senão a própria certeza da morte eterna.

Paulo, escrevendo para os Romanos, para os gentios, assim nos adverte:

Rm 11.13 Mas é a vós, gentios, que falo; e, porquanto sou apóstolo dos gentios, glorifico o meu ministério,

Rm 11.14 para ver se de algum modo posso incitar à emulação os da minha raça e salvar alguns deles. Continue reading

Estudo – Calvinismo x Arminianismo – Parte 2

Published / by Cláudio Corgozinho / Leave a Comment

Na continuação do nosso estudo, falaremos um pouco sobre o arminianismo.

Sobre o Arminianismo

Não obstante as ponderações acima, devidamente fundamentadas, com todo respeito que merecem, permissa venia, nos sentimos inclinados ao entendimento que mais acertada é a doutrina do “livre arbítrio”, dentro da limitação do raciocínio humano, pelo fato de que quando analisamos o contexto de toda a Bíblia, percebemos que a Salvação é um ato de escolha pessoal, ou seja, pode ser aceita ou rejeitada. Além disso, uma vez cumpridos os requisitos que permitem concluir que determinada pessoa esteja salva em determinado momento, Deus nos mostra que ela deve perseverar na fé, afim de permanecer salva. A perseverança na observância aos preceitos de Deus é que nos garante a Salvação. Uma vez que a pessoa opte em deixar de seguir tais regras, fica exposta a perda de todas as promessas de Deus em sua vida, inclusive, a da vida eterna. Continue reading

Estudo – Calvinismo x Arminianismo – Parte 1

Published / by Cláudio Corgozinho / Leave a Comment

Introdução

O presente estudo tem como objetivo abordar dois temas polêmicos, interessantes e de grande importância para o estudante de teologia, quais sejam a doutrina da Predestinação, de João Calvino, ou simplesmente “calvinismo”, e o Livre Arbítrio, de Jacobus Arminius, conhecida por “arminianismo”.

Verifica-se que são temas opostos, controversos, havendo defensores nas duas vertentes, ou seja, é possível encontrar parâmetros bíblicos para defesa tanto de uma quanto de outra tese. Continue reading