A Prosperidade Que Vem do Senhor

Algumas pessoas criticam veementemente a teologia da prosperidade. Inclusive, pessoas muito instruídas na Palavra de Deus. Não obstante os argumentos lançados, de minha parte, excluídos os exageros, as barganhas e certas pregações altamente tendenciosas que vez por outra ouvimos nas nossas andanças, creio profundamente que o Senhor tem prazer em abençoar aqueles que lhe são obedientes e fiéis. São várias as passagens e promessas nesse sentido, mas, para o momento, vou fundamentar apenas em Deuteronômio 28:1-14.

“Se atentamente ouvires a voz do Senhor, teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que hoje te ordeno, o Senhor, teu Deus, te exaltará sobre todas as nações da terra. Se ouvires a voz do Senhor, teu Deus, virão sobre ti e te alcançarão todas estas bênçãos:”, diz os versos 1 e 2 de Deuteronômio 28.

Ao continuar a leitura deste capítulo, descobrimos que será bendita a pessoa onde quer que esteja; que serão benditos os seus filhos e também todos os frutos do seu trabalho; Deus promete abençoar o cesto e a amassadeira, o que significa ter a dispensa sempre abundante; o Senhor garante que serão vergonhosamente derrotados todos aqueles que se levantarem contra o Seu escolhido. Diz ainda que será abençoada toda obra das suas mãos, e que emprestará a muitos e que não tomará emprestado. O Senhor colocará o Seu povo por cabeça, à frente, por cima de todas as coisas e situações. Por fim, termina no verso 14 dizendo que para que tudo isso se concretize, não devemos nos desviar dos seus ensinamentos, muito menos seguir outras doutrinas.

Pode-se interpretar a mensagem de forma espiritual e tirar grandes ensinamentos. Mas, sem dúvida nenhuma seu cunho é eminentemente material. Deus fala em abençoar, prosperar e honrar aqueles que lhe são fiéis, sem, no entanto, haver nenhuma promessa no mero enriquecimento sem limites.

Teológica e historicamente, nessa passagem Deus está falando ao povo de Israel, por isso, alguns estudiosos afirmam ser errado ao cristão tomar para si também, extensivamente, essas palavras. No entanto, apesar de respeitar posições contrárias, entendo que as bênçãos de Deuteronômio 28 são consequências de uma outra muito anterior, derivadas da benção de Abraão, que acompanhou o povo hebreu e chegou até nós (gentios), pela fé, mediante Jesus Cristo, segundo Gálatas 3:14. Como Gênesis 12:3 não especifica a benção que havia sobre a vida de Abraão, entendo ser ela tanto a nível material (por ex. Deuteronômio 28) quanto espiritual (“…em ti serão benditas todas as famílias da terra”). Tanto é verdade que Abraão era abençoado em todas as áreas da sua vida, pois era rico e, principalmente, tinha intimidade com Deus a ponto de ser chamado Seu amigo (Gênesis 13:2 e Tiago 2:23b).

Por outro lado, Jesus diz que devemos buscar primeiro o Reino de Deus e Sua justiça, que todas as demais coisas seriam acrescentadas (Mateus 6:33). As coisas a que Jesus se referia eram bens materiais. E o que dizer ainda sobre Deus não fazer acepção de pessoas (Romanos 2:11), entre tantos outros Textos que demonstram que Deuteronômio 28 é extensivo ao cristão, agregado ao povo do Senhor pela fé em Seu Filho Amado?

Por certo, temos que levar em conta a harmonização do Texto em relação aos dias atuais, para que não haja uma equivocada interpretação meramente literal, o que também seria prejudicial ao seu melhor entendimento.

Dessa forma, além do que se depreende da passagem e de todo o contexto bíblico, entendo que as bênçãos de Deuteronômio 28 são ampliativas e abrangem também a Igreja de Cristo. A condição é crer em Jesus como único Senhor e suficiente salvador, ser batizado e seguir Seus ensinamentos. Se assim for, essas bênçãos certamente estarão sobre as nossas vidas.

Ao cumprir esses requisitos, a promessa é que ninguém precisa se preocupar em correr atrás de vitórias, pois, elas, no momento do Senhor, certamente nos alcançarão, em nome de Jesus. Amém.

Pastor Evangélico, Advogado, Conferencista Internacional, Facilitador em Treinamentos Empresariais, Empresário, Life, Executive & Professional Coach, Problogger.

Deixe uma resposta