Causa e Efeito do Pecado

O Senhor nos adverte sobre o pecado. Em diversos momentos narrados na Bíblia, percebemos o quão grave ele é. Vejamos, pois, esta passagem de 2 Samuel 12:9-14: “Por que, pois, desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, feriste à espada, e a sua mulher tomaste por tua mulher; e a ele mataste com a espada dos filhos de Amom. Agora, pois, não se apartará a espada jamais da tua casa, porquanto me desprezaste, e tomaste a mulher de Urias, o heteu, para ser tua mulher. Assim diz o Senhor: Eis que suscitarei da tua própria casa o mal sobre ti, e tomarei tuas mulheres perante os teus olhos, e as darei a teu próximo, o qual se deitará com tuas mulheres perante este sol. Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol. Então disse Davi a Natã: Pequei contra o Senhor. E disse Natã a Davi: Também o Senhor perdoou o teu pecado; não morrerás. Todavia, porquanto com este feito deste lugar sobremaneira a que os inimigos do Senhor blasfemem, também o filho que te nasceu certamente morrerá.”.

A infeliz excursão do rei David pelo pecado do adultério revela que, independentemente do seu estado de vida com Deus, não se pode cometer um ato que fere a natureza Divina sem esperar a devida consequência. Esse fato descreve o processo de causa e efeito .

O pecado produz no mínimo dois efeitos gerais: o primeiro e sem dúvida o pior deles é a quebra de confiança, pois cria uma barreira entre nós e Deus. Vejamos Isaías 59:1-2, que afirma “Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.”.

Em segundo lugar, o pecado gera péssimos resultados ao nosso redor. Por misericórdia e fidelidade à Sua Palavra, o verdadeiro arrependimento provoca o perdão de Deus e anula o primeiro dos efeitos (perda da confiança). No entanto, o segundo permanece, e o pecador deve suportá-lo. O problema é que na maioria das vezes as consequências do pecado se multiplicam negativamente na vida de outras pessoas, principalmente naquelas que estão mais próximas do seu círculo familiar.

Como resultado do pecado de Davi, cinco pessoas, incluindo quatro dos filhos de Davi, morreram: Urias , o bebê, fruto do adultério, Absalão, Amnon, e Adonias! Além de Tamar, filha de Davi, estuprada pelo meio irmão Amnon.

Mas a punição não terminou aí. Em II Samuel 16:20-22, temos o relato de mais um desenrolar devastador daquele pecado:

“Então disse Absalão a Aitofel: Dai conselho entre vós sobre o que devemos fazer. E disse Aitofel a Absalão: Possui as concubinas de teu pai, que deixou para guardarem a casa; e assim todo o Israel ouvirá que te fizeste aborrecível para com teu pai; e se fortalecerão as mãos de todos os que estão contigo. Estenderam, pois, para Absalão uma tenda no terraço; e Absalão possuiu as concubinas de seu pai, perante os olhos de todo o Israel.”. E assim se cumpriu a profecia de Natã: “Porque tu o fizeste em oculto, mas eu farei este negócio perante todo o Israel e perante o sol.”.

Em II Samuel 20:03 foi registrada uma nota final sobre este evento danoso: “Vindo, pois, Davi para sua casa, em Jerusalém, tomou o rei as dez mulheres, suas concubinas, que deixara para guardarem a casa, e as pôs numa casa sob guarda, e as sustentava; porém não as possuiu; e estiveram encerradas até ao dia da sua morte, vivendo como viúvas.”.

Davi era mais que amado por Deus, pois o Texto Sagrado diz em Atos 13:22 que ele era um homem segundo o Seu coração. Não obstante, esse mesmo Davi viveu consequências terríveis em razão do seu pecado.

Assim como um pai cuidadoso que sabe das consequências dos atos do seu filho, Deus quer nos manter longe de tudo que nos trará consequências indesejáveis. Devemos estar atentos às nossas próprias fraquezas, a fim de evitarmos o pecado, pois toda semeadura gera uma colheita. E a Palavra do Senhor afirma que dEle ninguém zomba, pois, tudo aquilo que o homem semear, certamente colherá (Gálatas 6:7).

Fique na paz do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Pastor Evangélico, Advogado, Conferencista Internacional, Facilitador em Treinamentos Empresariais, Empresário, Life, Executive & Professional Coach, Problogger.

Deixe uma resposta