Cegueira Física x Cegueira Espiritual

Em Mateus 9:27-31, a Bíblia narra um grandioso milagre, onde Jesus Cristo cura dois cegos em Cafarnaum, com grande probabilidade de ser na casa de Pedro, pois ele era daquela cidade. Pedro teve o privilégio de ser testemunha ocular de vários milagres que podem ter ocorrido dentro de seu lar: a cura de sua sogra, a cura do paralítico que foi descido pelo telhado para chegar diante do Messias, e essa restauração da vista aos cegos.

A cegueira física parece ter sido um problema muito mais comum nos tempos bíblicos do que nos atuais. Percebemos nitidamente que as aflições naqueles tempos foram piores porque as pessoas viviam em condições mais pobres e tinham acesso limitado a cuidados médicos, por falta de recursos financeiros. No entanto, essas pessoas tinham esperança, pois Isaías 35:5, em expressa profecia ao Messias e Sua obra, diz: “Então os olhos dos cegos serão abertos e se desimpedirão os ouvidos dos surdos”. Esta profecia tem relação tanto física quanto espiritual. Quando Cristo veio à terra em carne, Ele curou muitos cegos fisicamente. Mais importante, porém, ele trouxe a cura espiritual para muitos, abrindo suas mentes para ver os princípios que conduzem à vida espiritual.

A cegueira é uma descrição apropriada de um dos efeitos do pecado. Por exemplo, uma profecia de Sofonias 1:17 diz: “Trarei angústia sobre os homens, e eles andarão como cegos, porque pecaram contra o Senhor;  e o sangue deles se derramará como pó, e a sua carne será atirada como esterco”. O pecado leva as pessoas a “tatear” espiritualmente ao meio-dia como o cego apalpa na sua escuridão (Deuteronômio 28:29). O pecado nos coloca em trevas espirituais porque por nós mesmos, nunca admitimos estar errados diante do Senhor, e se admitimos, não nos dispomos a mudar de atitude perante o Criador. A cegueira trás escuridão, mas a ausência de luz espiritual é muito mais densa e prejudicial.

Para muitos casos a medicina hoje tem solução para a cegueira física. Mas, para a cegueira espiritual existe um único remédio: Jesus Cristo que habita naqueles que O aceitaram como único e suficiente Salvador, por meio do Espírito Santo. Em João 8:12, disse Jesus sobre si “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas; pelo contrário, terá a luz da vida”.

Poderia ser mais cristalino que isso?

Pastor Evangélico, Advogado, Conferencista Internacional, Facilitador em Treinamentos Empresariais, Empresário, Life, Executive & Professional Coach, Problogger.

Deixe uma resposta