Não Peça Sinais

“Então chegaram a ele os fariseus e os saduceus e, para o experimentarem, pediram-lhe que lhes mostrasse algum sinal do céu. Mas ele respondeu, e disse-lhes: Ao cair da tarde, dizeis: Haverá bom tempo, porque o céu está rubro. E pela manhã: Hoje haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. Ora, sabeis discernir o aspecto do céu, e não podeis discernir os sinais dos tempos? Uma geração má e adúltera pede um sinal, e nenhum sinal lhe será dado, senão o de Jonas. E, deixando-os, retirou-se.” – Mateus 16:1-4.

Quem pediu sinais a Jesus? Quem pediu milagres? Aqueles cujos corações estavam mais longe de Deus, os incrédulos, os provocadores, os críticos. Essas pessoas não se importaram com a Sua mensagem, e esse foi um dos motivos das Suas denúncias contundentes. Por essas razões, em dados momentos Jesus lhes chama “hipócritas”.

Aqueles que pedem sinais ou querem ver milagres, assim como Gideão fez (mostrando uma gritante falta de fé – Juízes 6:36-40), estão, na verdade, lançando insultos a Deus. Ao agir assim, profanam o Seu nome, porque indiretamente o chamam de mentiroso, não confiam na sua Palavra. Ora, se Deus prometeu é porque irá cumprir, pois Lhe é impossível mentir. Essa é uma característica humana, não do Deus Santo e Perfeito em todas as coisas!

Penso o quanto esse tipo de atitude deve ser decepcionante ao Senhor. É certo que Ele leva em conta a nossa imaturidade, mas sem dúvida isso não Lhe é agradável. Se Ele já prometeu uma atitude ou resultado, pedir milagres é como tentá-lo. O significado da ordem “não tentarás ao Senhor teu Deus” é justamente não coloca-lo à prova (Deuteronômio 6:16, repetida por Jesus em repreensão ao diabo em Mateus 4:7)! Se Ele diz que vai fazer alguma coisa, Ele fará, de acordo com a Sua vontade e no Seu momento. Portanto, a depender da situação, pedir um milagre muitas vezes caracteriza uma atitude carnal, nunca espiritual.

Mas, o seguinte questionamento pode surgir “Deus não vai fazer um milagre em resposta a uma oração?”. O Senhor já fez muitas promessas de salvação, cura divina, restauração, restituição, vitória, prosperidade e fidelidade. Ele fará esses milagres em nossas vidas? Certamente! Se procurarmos na Sua Palavra, encontraremos várias referências às respostas de oração. Algumas delas são de grande importância, outras, um pouco menor, mas pouquíssimas delas foram respostas imediatas às necessidades de quem pedia.

Por fim, é importante lembrar que existem três perguntas básicas a serem respondidas, e uma afirmativa a ser declarada de coração antes de se obter milagres de Deus. Vejamos:

1 – Como está a minha intimidade com Deus? Tenho buscado Seu Reino e Sua Justiça?

2 – Compreendo todas as repercussões materiais e espirituais do meu pedido? A satisfação do meu desejo trará vantagens ou prejuízos para o Reino?

3 – Qual a minha atitude diante do Senhor? Sou humilde enquanto me dirijo ao meu Deus, ou inverto os papéis e coloco-O como servo (ou pressiono-O) com frases do tipo “se não fizer isso não te sirvo mais”, “se Tu és Deus…”, “Tu tens que me dar resposta!”, etc.

Que seja feita a Tua vontade. Amém (e estar pronto para uma de 3 respostas possíveis: sim, não ou espere).

Não peça sinais, mas sabedoria para aceitar o propósito de Deus e/ou aguardar o Seu tempo!

–x–

Se acompanha e gosta das nossas mensagens, deixe seus comentários abaixo e compartilhe nas redes sociais!

Pastor Evangélico, Advogado, Conferencista Internacional, Facilitador em Treinamentos Empresariais, Empresário, Life, Executive & Professional Coach, Problogger.

Deixe uma resposta