Por Que Não Gero Frutos?

Quantas pessoas têm essa mesma dúvida! Talvez seja a sua também. Mas, por acaso já lhe ocorreu que o seu nível de crescimento espiritual pode ser exatamente o que Deus quer para você neste exato momento?

A Bíblia nos diz que existem basicamente dois tipos de cristãos: o carnal e o espiritual. Porém, há de se incluir uma terceira, os chamados novos cristãos ou recém convertidos. Lembra-se do que Paulo disse a respeito dos irmãos de Corinto? “E eu, irmãos não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a criancinhas em Cristo.” 1 Coríntios 3:1.

Paulo havia levado muitos desses crentes de Corinto à Cristo. Naquela época, ele não esperava que eles fossem maduros na fé, ou seja, crentes espirituais. Mas, em vez de seguir um padrão de crescimento normal de maturidade espiritual para um cristão, os crentes de Corinto se tornaram carnais. Portanto, se você acabou de chegar ao Reino ou chegou há poucos meses, você ainda é um “bebê” ou um jovem cristão, e não um crente carnal. Digamos que ainda está no seu tempo de maturação.

Para que possa entender melhor, façamos uma rápida analogia entre um novo cristão e uma jovem árvore frutífera. Vamos pensar, por exemplo, no pé de manga. Desde o seu plantio até os primeiros frutos, leva-se algo entre 3 e 5 anos, a depender de algumas condições como clima, solo, irrigação, adubo, etc, o que é um tempo razoável para se esperar. No entanto, enquanto a natureza prepara a árvore para dar seus frutos, ela continua a ser um pé de manga. Ela está passando por transformações internas até estar pronta, mas, ainda que demore um pouco mais ou um pouco menos, certamente dará manga.

O mesmo ocorre nas nossas vidas. Alguns acabam por frutificar mais cedo. Outros, levam um pouco mais de tempo, mas, no momento certo, todos darão frutos.

Se você obedece a Cristo hoje, abriu seu coração e confia no poder transformador do Senhor, então está exatamente onde Deus quer que esteja. Não se aflija porque “ainda” não gera frutos. E jamais se compare a outras árvores ao redor plantadas há mais tempo. O crescimento é um processo individual e não existe um padrão de tempo fixo ou rígido. O importante é estar disposto a passar pelo processo de amadurecimento. E tenha em mente que “aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até o dia de Cristo Jesus” (Filipenses 1:6).

Pastor Evangélico, Advogado, Conferencista Internacional, Facilitador em Treinamentos Empresariais, Empresário, Life, Executive & Professional Coach, Problogger.

Deixe uma resposta